Wow! O Podcast da RUSGA desta edição é um ESPECIAL um pouco mais longo que nossos programas tradicionais. E, claro, trata de um tema fundamental para todos aqueles que deseja escrever: como criar uma rotina de escritor?

É válido ressaltar que o conteúdo deste podcast é uma adaptação do curso gratuito HÁBITO DE ESCREVER. Então se você deseja assistir este conteúdo em vídeo, clique aqui e assista agora mesmo!

IMPORTANTE: se você deseja receber por e-mail todos os nossos episódios, assine o formulário que você vê abaixo.

Mas vamos ao programa de hoje.

Ouça agora o Podcast da RUSGA #06 [Especial]: Como criar uma rotina de escritor?

 

Links relacionados

 

Ouça o programa anterior

Quando acabar de ouvir, aproveite e me conte o que achou! Ah, se rolar, compartilha com mais alguém, por favor!

Você com certeza vai ajudar outro futuro escritor!

Feed RSS | iTunes |  SoundCloud

Todas as segundas-feiras (se nenhuma catástrofe acontecer) sairá um programa com dicas para escritores.



Resumo do programa – Como construir uma rotina de escritor

Você já viu alguns ajustes que precisa fazer em sua percepção. Também aprendeu a Técnica Pomodoro. Mas aí vão outras dicas essenciais para construir o hábito da escrita:

Mantenha a simplicidade

Um plano simples é mais fácil de implementar que um plano complexo. Então, como estamos começando, é bom termos em mente que tudo que precisamos para escrever é: um lugar, e uns poucos minutos da suas vinte quatro horas. Quanto tempo? Uma hora? Vinte minutos? Oito minutos? Você é quem determina com base na sua rotina.

O espaço e o tempo

Pense na sua agenda. Quais os momentos em que você poderia separar um tempinho para escrever? Além do tempo é importante pensar no local. Talvez você possa colocar seu despertador para tocar quinze minutinhos antes.

Se você não for do tipo diurno, quem sabe no horário do almoço. Não estou falando aqui para você escrever enquanto almoça, menos ainda pra deixar de comer. Acontece que algumas empresas dão para seus funcionários duas horas de almoço. Se você come em meia hora, então seria fácil encaixar um tempinho para escrever neste horário. Talvez você possa escrever depois que chegar do trabalho, ou da escola. É um horário crítico, pois geralmente as pessoas estão exaustas no fim do dia. Mas se é o único período que você possui, não tem problemas. No começo será um pouco difícil, mas uma vez que você adquiriu o hábito de escrever, vai ser tão fácil quanto escovar os dentes.

Pense um dia antes, qual será o melhor momento para escrever. Se você vai ter um dia muito atarefado, talvez seja bom acordar um pouquinho mais cedo para escrever. Se você sabe que terá um tempinho livre no dia seguinte aproveite.

Construindo o hábito da escrita com a ajuda da técnica do desafio dos trinta dias

Você vai precisar é de um calendário e uma caneta. Existem aplicativos que já fazem isso. Fica a seu critério o que é mais prático pra você.

A técnica é muito simples, tudo o que você precisa fazer é: Marcar um X no dia em que você escreveu. Com o passar dos dias, você vai formando no seu calendário uma corrente de dias, cada vez maior. Tudo o que você precisa fazer, e não permitir que essa corrente se quebre. Simples assim.

Esse método também é conhecido como Don’t Break The Chain!

Trinta dias consecutivos são suficientes para construir um hábito. Você pode encontrar pela internet algumas variantes com 66 dias por exemplo. Mas o importante que esse método é apenas um artifício pra te manter motivado, para escrever todos os dias.

 


Vilto Reis

VILTO REIS é autor de Um gato chamado Borges, livro finalista do Prêmio SESC 2015, e da monografia As teorias narrativas de Hitchcock aplicadas à Psicose. Tem contos publicados nas revistas Pulp Fiction, Flaubert, Raimundo, Pluriversos e no portal hispânico CuentoColectivo. Faz leituras críticas de originais e atua como coaching literário. Também é idealizador do site Homo Literatus, além de apresentador do podcast 30:MIN e de inúmeras séries de vídeos no Youtube.