Wow! O Podcast da RUSGA desta edição aborda uma pergunta que todo escritor já se fez: será que não sou uma fraude? Será que todo escritor se sente uma fraude?

IMPORTANTE: se você deseja receber por e-mail todos os nossos episódios, assine o formulário que você vê encontra logo abaixo.

Mas vamos ao programa de hoje.

Ouça agora o Podcast da RUSGA #08: Todo escritor se sente uma fraude?

Links relacionados

Ouça o programa anterior

Quando acabar de ouvir, aproveite e me conte o que achou! Ah, e se rolar, compartilhe com mais alguém, por favor!

Você com certeza vai ajudar outro futuro escritor!

Feed RSS | iTunes |  SoundCloud

Todas as segundas-feiras (se nenhuma catástrofe acontecer) sairá um programa com dicas para escritores.



Resumo do programa 

Uma das maiores dificuldades é lidar com a falta de aprovação. E como escritores não temos um órgão que nos oficialize na condição de escritores.

Portanto, desenvolver este senso de propósito torna-se fundamental para manter a sanidade. Sim, sou escritor. Não, não sou uma fraude apenas por que não fui publicado, ou por que ainda não conquistei qualquer reconhecimento ou público.

É preciso assumir uma postura de quem tem um sonho e está disposto a realizá-lo. Ou seja, se você quer ser escritor, diga que é escritor e pronto. Você não é uma fraude.

É um artista em formação. E isso é o que há de melhor na arte. Saber que estaremos sempre crescendo, aprendendo e nos aperfeiçoando!


Vilto Reis

VILTO REIS é autor de Um gato chamado Borges, livro finalista do Prêmio SESC 2015, e da monografia As teorias narrativas de Hitchcock aplicadas à Psicose. Tem contos publicados nas revistas Pulp Fiction, Flaubert, Raimundo, Pluriversos e no portal hispânico CuentoColectivo. Faz leituras críticas de originais e atua como coaching literário. Também é idealizador do site Homo Literatus, além de apresentador do podcast 30:MIN e de inúmeras séries de vídeos no Youtube.